Dona de casa – parte 2.

Algumas pessoas ainda me perguntam se tenho uma faxineira, por isso resolvi fazer esse post. Aqui nos EUA só quem tem muuuito dinheiro é que tem faxineira/secretária, cozinheira e jardineiro. Não é nosso caso (nem da maioria dos americanos), por isso a faxina fica por conta dos moradores da casa. Já vi vááárias vezes meus vizinhos cortando a grama e agoando seus jardins. Entretanto, as ferramentas utlizadas são mais modernas do que as usadas no Brasil e facilitam muito a vida de quem cuida de casa. Pra cortar a grama os vizinhos usam uns carrinhos enormes e bem potentes (quando terminam eles mesmo juntam os ‘restos’ e colocam em sacos específicos pra isso, inclusive tem uma coleta só para esse tipo de lixo uma vez por semana). Por menor que seja o jardim sempre vejo irrigadores fazendo o serviço do jardineiro com a mangueira. Dessas duas tarefas estou livre, porque como moro em apartamento alugado pela Universidade eles que são responsáveis por isso. Mas o pior serviço é dentro de casa. Sempre li blogs que falam dos produtos de limpeza milagrosos americanos, que só não tem a casa limpa nos EUA quem é preguiçoso, que isso e aquilo. Agora vou contar pra vocês o que EU acho disso tudo. No Brasil, só peguei em vassoura e pano de chão quando trabalhei por dois meses (e a área que limpava era só do tamanho de umas da sala de casa), também só passei roupas durante esse período. Nunca tinha limpado banheiro, nem cozinha, nem sala nem nada. Cheguei aqui jurando que a vida de dona de casa seria facílima, afinal os produtos aqui são milagrosos né? Eles realmente são bons, mas só fazem milagres se você souber usar, e como eu não sabia nada dessas coisas de limpeza ainda estou aprendendo a melhor forma de deixar a casa limpa. Eu tenho vários produtos mas nem sei pra que cada um realmente serve (na embalagem todos servem pra tudo, mas é impossível isso né??), vou testando um de cada vez e vendo qual desempenha melhor função em cada lugar. Infelizmente, não tenho um manual dizendo: “use isso e isso ali, o modo de usar é esse” então só com a prática é que a vida de dona-de-casa vai ficar mais fácil. As janelas são de vidros mas são duplas, ou seja, tem uma janela pelo lado de dentro e outro pelo lado de fora, mas se fosse só isso tudo bem. Pra limpar os dois lados era só abrir uma de cada vez e limpar, o problema é que tem uma tela entre as duas e as janelas são muuuuito velhas, por isso estão emperradas e eu não consigo abrí-las. Desse jeito só consigo deixar a parte de dentro limpa e fico “agoniada” vendo o sujo do lado de fora!!! O piso do apartamento é de madeira, exceto na cozinha, banheiro e no mini-corredor que liga esses dois espaços. Já vi que não posso limpar a madeira com pano molhado, mas não tenho o aspirador de pó + rodo que vendem por aqui (foi um erro, comprei uma vassoura e um rodo pelo preço de uma máquina dessas, estou esperando os dois estragarem pra comprar), então passo pano de chão mesmo. Mesmo assim sinto que ainda fica sujo, seja  um fio de cabelo ou uma poeirinha que não consegui mandar embora. Será que com essa máquina eu vou ter a sensação de estar tudo limpíssimo e impecável? Pela propaganda sim, vamos ver na vida real. O banheiro não tem ralo, ou seja, não dá pra limpar jogando água porquê ela não tem pra onde escorrer. Acho muito nojento só varrer e passar o pano, por isso comprei um escovão pra esfregar o piso mas ele não é muito bom ou então tô usando errado (e tem como? parece…). Além do mais tem uma banheira do “tempo do ronca” e que eu não faço a mínima ideia se estou limpando certo ou errado. Passo lá um produto, um paninho e pronto. Será que alguém (que alugou antes ou que vai alugar depois da gente) ainda tem coragem de ficar de molho nela? Esse apartamento é da universidade e alugado por vários estudantes há anos, eu hein, Deus me livre. A cozinha é a parte que mais suja e tenho a mesma sensação do banheiro, por isso ontem peguei uma bucha velha de lavar louça e esfreguei o chão (do banheiro também). Depois passei o pano. Tenho certeza que esse não é o jeito mais usado e recomendado pelos americanos, mas entrei nesse ramo de dona-de-casa a (é a ou há? fiquei em dúvida :P) pouquíssimo tempo. O armário da cozinha é velho também e mesmo limpando eu acho que ele solta poeira. hahaha Não coloco nada na parte inferior nem nas gavetas dele.  Por aqui, até o jeito de lavar louças é diferente. A maioria tem uma máquina pra fazer isso, mas quem não tem utiliza o método da imersão (que é tampar uma pia, colocar o detergente e todas as louças, depois retiram uma a uma e terminam de lavar na pia ao lado). Agora que começamos a utilizar essa tática, mas desenvolvi uma alergia ao detergente e não estou podendo lavar louças. O Jr ficou com essa tarefa, o problema é que ele não tem muito tempo. Já contei pra vocês que não tem máquina de lavar e secar roupas dentro do apartamento, então temos que ir lá fora e colocar. É chato, ainda mais que elas só funcionam com moedas de 0,25 centavos. Eu queria mudar de apartamento, poderia ser até um menor, mas que fosse mais novo, na mesma vizinhança e tivesse as coisas pra facilitar a vida de dona de casa (triturador de alimentos, máquinas de lavar louças, lavar roupas e de secar). Já andei pesquisando no site da universidade mas só tem disponíveis, por enquanto, apartamentos maiores, mais longe e, consequentemente, mais caros. Enquanto não compramos um carro ficamos por aqui, vale pela localização.

Anúncios

8 pensamentos sobre “Dona de casa – parte 2.

  1. Pow, Carol, que aguneio doido é esse que vc ta passando. . Eu posso te dar umas dicas no face e é certo que vc vai se sentir mto melhor nesse ap, pelo menos por um tempo. Eu morei no USA um tempo e aprendi mta coisa, principalmente com esse lance da banheira. hahahah

  2. Eh querida, neh a toa q dona de casa aqui tem direito ateh a aposentadoria! Kkkkk acho q essa diversidade de produtos faz eh atrapalhar kkkk cuidado pra nao virar uma viciada em limpeza q nem a mamae hehehe bjim

    • Tá longe ainda de me viciar em limpeza, viu?! kkkkk Talvez eu se eu já soubesse limpar a casa antes não estaria passando por dificuldades né?! Mas um dia consigo não sofrer na hora de limpar a casa. hahaha Bjss

  3. Oi Carol,
    Ainda não conhecia seu blog.
    Quando eu vim para a Irlanda (quase 4 anos) nunca tinha nem feito a minha própria cama. Lavei e passei roupa aqui pela primeira vez na vida. E a gente aprende, viu? Só que eu acho que no Brasil (pelo menos comparado à Irlanda) a gente se preocupa muito mais com essa limpeza. Por aqui ninguém lava banheiro nada. Eu até gosto de fazer, gosto mesmo, mas confesso que com o filho pequeno está muito difícil de arrumar tempo.
    Beijos

    • Eu era igual você então, nem a cama! haha Ainda bem que aprendemos, porque ainda vamos passar no mínimo quatro anos por aqui. Já vi em alguns blogs que os americanos não lavam banheiro, nem limpam geladeira e até quando recebem hóspede entregam o quarto meio empoeirado também. Filho deve ser bom, mas não está em nossos planos pra agora, só daqui uns 10 anos… :) O seu é lindo. Adorei a visita, volte sempre! Beijos.

  4. Querida, pensa que é fácil manter uma casa organizada? Imagina aí que a minha eh bem maior que a sua. Não fosse o quarto da Binha, tudo estaria bem direitinho lá em casa.heheh. Mas nada na vida acontece por acaso. Não se preocupe que já já você fará tudo direitinho e sem perder muito tempo. Se eu pudesse ia aí te ajudar. Se cuida. Um bjo

    • Querida, já vi que realmente não é fácil. O Jr é quase uma Binha ou pior no questio bagunça. hahaha Espero que chegue logo o dia de fazer a faxina bem feita e sem perder o dia inteiro. :) Bjoo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s