Aventuras

A cada semana vou descobrindo mais coisas sobre o lugar que estamos morando e gosto mais ainda. Desde que compartilhei com vocês que tinha dias que eu ficava tristinha não fiquei mais. Pelo contrário, a felicidade bateu aqui e ficou! hahaha Ainda bem. Isso é um sinal de boa adaptação. Mudando de assunto, sabem aquela prova de listening que eu tinha que refazer e não tinha refeito? Então, quinta-feira a professora levou e eu não teve jeito, tive que fazer. Pelo menos só errei 3 de novo e ela disse que aquele era o mais difícil. Uhuu!! Tô me saindo bem. Aliás, quando penso que estou bem invento de ir ao salão mudar o visual e não entendo nada quase nada. Antes de mexerem no meu cabelo tinha que preencher uma ficha sobre como você trata suas madeixas. No final perguntava os defeitos que ele tinha e quais procedimentos capilares você costumava fazer. Eu não faço nada no meu cabelo, mas mesmo assim queria saber o que significava cada coisa. Até hoje tem umas palavras que não entendi, mas a maioria eu assimilei depois que me explicaram lá. Todo mundo já sabe que dia de sábado é dia de supermercado né? Mas ontem foi mais rápido, ainda bem! Chegamos em casa a tempo de sair para o restaurante brasileiro. Vamos por parte: o couvert era pão de forma e se você quisesse tinha uma pasta de alho e queijo ralado, a pasta de alho era tão forte que até agora tô com o gosto dela na boca mesmo depois de escovar os dentes duas vezes e passar listerine. Continuando, pedimos coxinhas para entrada e apesar de feiosinhas, eram boas, bem crocantes. Os pratos eram individuais, eu pedi picanha e o Jr um frango enrolado no bacon ( do Brasil eu só conhecia o filé medalhão, não o frango medalhão…) feito churrasco. Os acompanhamentos eram arroz branco, farofa, salada e feijão. Arroz ok, salada e feijão não como e farofa não sei do que eles fizeram, era beeem fininha. Mas já achei graaande vantagem eles tentaram fazer farofa aqui desse lado do mundo! Pena que vinha tão pouco. :( A carne era seeem gooosto, tentei jogar um salzinho mas não adiantou muito e o frango do Jr do mesmo jeito. Enfim, fomos lá porque queriamos comida brasileira mas já esperávamos que seria à moda americana (sem tempero…), exceto o atendimento que era típico brasileiro. Se eu não tivesse ido lá não teria sossegado enquanto não fosse provar as coxinhas. hahaha Alugamos o carr0 até 11:15, pra dar tempo levar o Jr pra Igreja, mas na hora de acordar ele disse que só ia de noite. Fiquei chateada, porque antes tínhamos alugado o carro só até 8h e ele extendeu e acabou não indo pra onde queria. Por causa desses 15 minutos iríamos pagar $1,25 a mais. Como eu já estava acordada queria dar um jeito de não pagar pelo menos esse ‘extra’. Entrei no site e consegui antecipar a entrega. ÊÊÊÊ!! Olhei o caminho antes de ir e fui. Na rua que era pra devolver o carro dobrei pro lado errado, aí já fiquei pensando: “porque eu inventei de antecipar essa reserva??? Agora vou ter que pagar mais de $1,25 por causa do atraso!” Aqui não tem retorno, pra fazer uma volta é uma coooisa! Resolvi entrar num ‘bequinho’ e voltar de ré, fui voltando beeeem devagarzinho, quando me espanto uma buzinada doida!! kkkkkk Então entrei no bequinho que dava numa garagem (entrei na garagem alheia mesmo!!! kkkkkk), fiz a volta e consegui chegar à tempo de devolver o carro antes das 11h! Ufa!! Hoje é domingo, dia de faxina! É bom pra começar a semana com tudo limpinho e organizado. Mãos à obra! Bom resto de domingo pra vcs.

 

 

Abaixo uma foto com meu ‘novo’ cabelo

Felicidade sob 4 rodas

Gente, como estou felizzzzzzzzz!! No lugar que eu sempre sonhei com o príncipe da minha vida não preciso pedir mais muita coisa né?! Sexta-feira fiz o almoço pro Jr e fui levar na universidade pra ele. Fiz um empadão de frango di-vi-no! hahaha A massa ficou do jeito que gosto. Da próxima vez vou fazer de carne à pedidos do Jr. Estava morrendo de cólicas e por isso não fiquei lá estudando também, voltei pra casa quando ele terminou de comer. Depois de uns 15 minutos que estava em casa uma sirene começou a tocar aqui na vizinhança. Eu olhava por todas as janelas e não via da onde estava vindo o som, mas sabia que era algum aviso. Nas minhas espiadas pela cortina não vi ninguém em pânico nem correndo nem nada mas eu fiquei assustada. Não sabia o que fazer! Afinal, sabia que viria muita chuva mas não sabia se poderia acontecer mais alguma coisa. Resolvi procurar nos sites daqui e achei. Era um aviso de que um possível tornado afetaria a área que eu estava, acreditam??? A chuva + Isaac poderia formar um tornado. No Brasil a gente não tem isso, então não sabia como agir. Pra completar o Jr estava na aula e eu sozinha em casa. Dá pra imaginar o desespero da pessoa?? Ainda bem que ele chegou logo, mas “preocupado” do jeito que ele é não deu muita bola pro que estavam dizendo e foi dormir. Eu fiquei só na internet atualizando o site de emergências na universidade! kkkk Estávamos de sobre-aviso até de noite. Mas ainda bem nada aconteceu. Nem a chuva estrondosa que eu estava esperando não vi. Ontem de manhã amanheceu chuvendo mais grosso mas nada se compara às tempestades que eu via em Teresina. Durante um dia fez soool e de vez em quando pingava uma gotinha ali outra acolá. E ontem era dia de pegar o carro que alugamos! Êbaaaa!! Eu estava com medo de dirigir por aqui, que apesar de não ter muitas regras é um pouco diferente do Brasil e eu não conheço a cidade fora Delmar Loop (aqui perto). O Jr foi pegar o carro de bicicleta num estacionamento aqui perto, esqueceu o cel em casa e quando me espanto ele tá me chamando no skype!! Quem disse que ele sabia ligar o carro? kkk Antes dele sair perguntei se ele queria que eu fosse com ele, mas ele disse que não precisava. Enfim, fui lá socorrer mas estava procurando no estacionamento errado e acabei demorando pra chegar. Ele é aperriado e voltou aqui em casa de bicicleta achando que eu ainda estava por aqui mas não me achou. Foi um desencontro danado e depois de uma meia hora nos achamos. hahaha Perguntei se eu ia dirigindo, ele respondeu: não, deixa eu ir. Tá bom, apesar de adorar dirigir eu estava com medo mesmo… Mas o Jr nunca dirigiu carro automático e foi logo querendo usar os dois pés nos dois pedais (separadamente, claro!). A primeira “freada” com aquela de uma vez sabe? Aí concordamos que seria melhor eu ir dirigindo mesmo. hahaha Fomos ao supermercado e ele foi de guia. Olhava no mapa e me dizia pra dobrar nas ruas. Funcionou bem melhor assim e foi bem mais fácil do que eu imaginei. Fizemos nossas comprinhas e no final não tivemos que chamar táxi. Uhuuuuu!!! Na volta deram uma buzinadinha pra mim porque troquei de faixa em cima da hora, mas nada que desse muito problema. Pra aproveitar a reserva do carro resolvemos sair pra jantar num restaurante brasileiro. Infelizmente quando chegamos lá estava fechado e fomos pra outro restaurante. A gente fez caminhos longos e eu adorei! Não estava pagando o combustível e ainda conhecendo o outro lado da cidade com meu bebê do lado. O carro é um Honda Civic desse modelo mais novo e é híbrido. Todos os carros participantes desse sistema de aluguel da universidade são híbridos. Nas instruções tem dizendo que se só tiver 1/4 do combustível é pra ir abastecer com o cartão da empresa. Recebemos o carro com essa quantidade de combustível, mas como não sabemos abastecer e hoje de manhã vamos devolver nem batemos cabeça com posto de gasolina. Deixa os problemas pra depois né?! hahaha Agora que já sei que andar de carro por aqui não é tão difícil assim já estou começando a pensar nos próximos programas que faremos quando estivermos com o carro. Eu queria ter ido ver o Arco depois do jantar de ontem, mas já estava tarde e iríamos acordar um pouco mais cedo hoje resolvemos deixar pra uma próxima vez. Oportunidades não faltarão.

P.s.: A montagenzinha aí de baixo eu fiz pro instagram (caroolzinhafm).

Boas notícias.

Essa semana foi meio cansativa e por isso não deu pra postar no blog, mas pelo menos volto com ótimas notícias! Na segunda-feira resolvi que iria atrás de qualquer aula de inglês de graça mesmo que fosse longe ou perto. Olhei mais alguns sites e vi o mesmo endereço que me deram de outra vez. Resolvi ir lá, fomos de ônibus mas ainda tinha que caminhar um tempinho até o lugar. Quando chegamos vimos na porta que o atendimento era até 4:30 e já eram 5:30, mas resolvemos entrar mesmo assim. Encontramos o professor que iria aplicar um teste 6h e ele disse que eu só poderia fazer minha matrícula na quarta, mas como já estava lá ele ia me colocar pra fazer a prova do listening (tem que fazer 2 listings e 2 readings) junto com quem iria fazer a prova 6h. O primeiro teste era só uma preparação pro segundo, porque dependendo da sua pontuação você vai ou não fazer o segundo teste. Errei poucas questões então fiz outra prova. Nessa outra só errei três então o professor falou que eu teria que fazer de novo em um nível mais elevado porque aquele foi muito fácil. Eu fiquei espantada quando ele falou de outro listening, porque demora muito e a gente mora longe de lá. Como já eram 8h da noite ele disse pra eu voltar na quarta e fazer os dois testes de reading e refazer um listening. Ontem começaram as aulas do Jr, que vão até às 3h da tarde. Enquanto ele estava na aula eu fiquei na biblioteca. Almoçamos por lá mas não gostamos. Vamos fazer comida em casa e levar pra almoçar lá, porque não dá tempo ele vir aqui e voltar. Às 3:30 ele tinha um seminário e achávamos que terminava 4:30 mas deu 5h e nada dele sair. Eu já tinha que ir embora porque o lugar do teste era longe e se perdesse o ônibus perderia a prova também. Quando estou saindo o Jr liga dizendo que vai comigo. Ufa! Não queria ir sozinha porque lá é longe da parada de ônibus e quando saisse ja estaria escuro. Chegamos lá e fui fazer as provas do reading, no mesmo esquema do listening: só faz a segunda que atingiu uma boa pontuação na primeira. Errei só duas e por isso a professora me passou o teste mais difícil que eles tinham lá.  A boa notícia é que com uma boa pontuação eu poderia vir estudar aqui pertinho de casa, onde fui outro dia e disseram que não tinha mais aula lá. Na biblioteca perto só temos aulas duas vezes por semana e no lugar longe são quatro vezes na semana. Já pensou ter que ir voltar todo dia?! Ia me cansar muito! Sei que deu certo minha aula de inglês bem perto de casaaaaa!!! Fiquei muito feliz! Hoje foi meu primeiro dia de aula. Os colegas de classe são poucos mas cada um de uma nacionalidade diferente. Tem uma polonesa, uma russa, uma coreana, uma japonesa e e um chinês. Como era de se esperar sou a mais nova da turma, que tem duas senhoras, um senhor um pouquinho mais novo e duas jovens de 25 a 30 anos. Hoje a professora pediu pra gente escrever sobre um lugar que queremos visitar e explicar o porquê e responder uma palavra cruzada sobre filmes. Eu adorei a professora e meus colegas. Acho que vai ser legal. Mas o que mais gosto é porque treino a fala, que eu tenho vergonha de exercitar quando saio. Na aula fiquei sabendo que tá vindo muita chuva pra esse final de semana. Principalmente para o sábado! Vai começar na sexta à noite e só vai parar sábado de noite. :( Pelo menos vamos estar de carro na hora do supermercado! Alugamos pelo programa da universidade e funciona assim: você se inscreve no programa e espera ser aceito, depois de aceito pode entrar no site e reservar o carro pro dia que você quiser. Para recebê-lo basta escolher um dos estacionamentos mais perto que o carro vai estar lá. Para abrí-lo usa-se um cartão que eles mandam por correio. Nosso medo era que não chegasse a tempo, mas chegou hoje! Uhuuu!! Não falei pra vocês que tínhamos boas notícias?!